Passeios com Guia Turístico

CSM - Car Service

O Rioferias.com indica o Sr. Cláudio Miguez para passeios turísticos no Rio de Janeiro. Ele é um guia certificado pelo RioTur(registro 19.006412.96-6) e possui carro próprio. Para obter descontos promocionais, não esqueça de avisá-lo que é cliente Rioferias.com
Tels: (21)7810-8418 / Nextel:82*215884 /(21)9998-6355
Email: csm_br@hotmail.com

Pontos Turísticos

5_copacabana.jpg5_copacabanatoda.jpgCopacabana

Copacabana é um dos bairros mais famosos da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Localizado na zona sul da cidade, Copacabana tem em torno de 150.000 habitantes e com uma praia em formato de meia lua e é apelidado de Princesinha do Mar devido a sua era áurea nas décadas de 1930, 1940 e 1950. Bairro de boemia, glamour e riqueza, Copacabana deu origem a muitas músicas, livros, pinturas e fotografias, virando referência turística do Brasil.O bairro faz divisa com Lagoa, Ipanema, Botafogo e Leme.O bairro é repleto de bons restaurantes, bares, cafés, hotéis, cinemas, bancos, igrejas, sinagogas (tradicionalmente abriga a comunidade judaica carioca), lojas, teatros e feiras de arte nos finais de semana. O comércio é bastante diversificado, com lojas elegantes e caras misturadas a outras de perfil mais popular. Copacabana é um dos bairros mais belos, cosmopolitas e pujantes da cidade, atraindo grande contingente dos turistas para seus mais de 80 hotéis, que ficam especialmente cheios durante a época do Reveillón e do Carnaval. No fim de ano, a tradicional queima de fogos que pode ser contemplada por todos na areia é um festival que atrai uma multidão de pessoas, turistas ou não. A orla ainda é lugar de variados eventos, como shows nacionais e internacionais, durante o resto do ano.Nos fins de semana, a faixa de areia fica igualmente cheia de moradores das mais diversas regiões do Rio que utilizam a boa infra-estrutura de transporte do bairro (são três estações de metrô e várias linhas de ônibus municipais) para se banharem ao sol e nas ondas. O calçadão (com suas famosas ondas pretas e brancas, em padrão mar-largo), ladeado pela ciclovia, é uma ótima opção para corredores e ciclistas.

Site: pt.wikipedia.org/wiki/Copacabana

6_sambodromo2.jpg6_sambodromo.jpgSambódromo

GUIA PARA A PASSARELA A Passarela Professor Darcy Ribeiro está localizada na Rua Marquês de Sapucaí, na Cidade Nova. O início da Passarela faz confluência com a Avenida Presidente Vargas, na altura da Praça Onze e o seu final é na Rua Frei Caneca. COMO CHEGAR Para ir ao Sambódromo no Carnaval e assistir ao desfile, a melhor maneira de se direcionar é saber a localização do setor para o qual foi comprado o ingresso. SETORES PARES Opções: Táxi - há empresas preestabelecidas para atender os setores pares, que são amplamente divulgadas por ocasião do carnaval. As tarifas são cobradas com preço tabelado para sair do Sambódromo e bandeira dois ou preço preestabelecido com o passageiro para a ida ao Sambódromo. Metrô - funciona sem interrupção até às 23h da terça-feira de carnaval, com intervalos de 10 minutos na madrugada. E de qualquer ponto que se parta a descida é na estação Praça Onze. Saindo da estação virar duas vezes à direita, seguindo em frente para o Setor 2 e, tomar a Rua Carmo Neto até a Av. Salvador de Sá se os setores forem o 4 ou o 6. Logo o Sambódromo estará à vista e diversas placas indicam a entrada para os setores. SETORES ÍMPARES Opções: Táxi - da mesma forma que do lado par, há empresas especiais para atender aos setores ímpares, com tarifas preestabelecidas. De qualquer maneira o táxi comum para a ida cobrará a bandeira 2 ou uma tarifa combinada com o passageiro antes de começar a corrida. Para quem sai da zona sul o melhor trajeto é via túnel Santa Bárbara e da zona norte pela Rua Itapiru. Metrô - saindo da zona norte ou da zona sul, a estação de descida é a Central. Daí seguir a pé até o Sambódromo, cujo trajeto é longo, de aproximadamente 700 metros, passando junto dos carros alegóricos das escolas e do Terreirão do Samba. Ônibus - saindo da zona sul ou da zona norte é preciso certificar-se que a linha esteja passando por cima do Viaduto São Sebastião, porque os trajetos de muitas linhas de ônibus são alterados.

Site: http://www.rio.rj.gov.br/web/riotur/exibeconteudo?article-id=147691

7_cristoredentor.jpg7_cristoredentor2.jpgCristo Redentor

É um dos principais pontos turísticos do Rio e além de ter se tornado a partir do dia 07 de julho deste ano uma das sete novas maravilhas do mundo, situa-se no Parque Nacional da Tijuca, com 710 metros de altura, de onde se pode apreciar uma das mais belas vistas da cidade. Lá está a estátua do Cristo Redentor com 30m de altura, mais 8m, que são da base do monumento onde há uma capela sob a invocação da Imaculada Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil. O cardeal-arcebispo do Rio, Dom Eusébio Scheid, declarou como novo santuário do Brasil, o Monumento do Cristo Redentor. O acesso mecanizado à estátua conta com três elevadores panorâmicos e dois lances de escadas rolantes. Para os clientes dos Cartões Turismo Caixa (Visa e Mastercard) há um desconto de 20% no preço da passagem para visita ao monumento do Cristo Redentor. Acesso: - De trem: Estrada de Ferro Corcovado - Tel.: 2558-1329 Diariamente, a cada 30 minutos, das 8:30 às 18h30h, com parada também nas Paineiras. No percurso de 3.

Endereço/Telefone: De trem: Estrada de Ferro Corcovado - Tel.: 2558-1329 Diariamente, a cada 30 minutos, das 8:30 às 18h30h, com parada também na

Site: www.corcovado.com.br

10_lagoa.jpg10_lagoa2.jpgLagoa Rodrigo de Freitas

Cercada pelos mais badalados bairros cariocas - Lagoa, Ipanema, Leblon, Gávea e Jardim Botânico -, emoldurada por montanhas e abraçada pelo Cristo Redentor, a Lagoa Rodrigo de Freitas impressiona pelo pôr-do-sol e o reflexo dourado em suas águas plácidas e silenciosas, tornando-se um grande ponto de encontro, tanto para os cariocas quanto para os visitantes. Unida ao mar pelo canal do Jardim de Alah, entre Ipanema e Leblon, sua orla abriga parques, quadras de esportes, rinque de patinação, heliporto, pista para caminhadas e corrida, ciclovia e um centro gastronômico distribuído por quiosques que oferecem de comida alemã a japonesa, além de música ao vivo a partir do anoitecer. Isso sem falar nos passeios de pedalinho que, nos domingos e feriados, proporcionam ao turista uma visão única de tudo que um dos mais belos cartões-postais cariocas revela. As margens da Lagoa são algumas das mais bem equipadas áreas de entretenimento da cidade e convidam a uma caminhada, jogging ou passeios de bicicleta, que podem ser alugadas por ali. Seus 7,5 km de extensão incorporam os parques dos Patins, Taboas e Catacumba.

Endereço/Telefone: Av.Epitácio Pessoa e Av.Borges de Medeiros.

Site: pt.wikipedia.org/wiki/Lagoa_Rodrigo_de_Freitas

11_jb1.jpg11_jb2.jpgJardim Botânico

Fundado em 1808, por D. João VI, o parque tem 360 mil metros de área de visitação, dentro do Instituto de Botânica. Indicado para se dar um passeio e conhecer a vegetação brasileira. Em sua área se encontram diversas espécies vegetais em extinção, como por exemplo o Pau-Brasil, além das já famosas palmeiras imperiais, vitórias régias, o aracá amarelo, o pau mulato, os canteiros medicinais e os jardins japoneses. Um passeio pelo parque revela, ainda, um rico patrimônio histórico e cultural, como a antiga Fábrica de Pólvora, a Casa dos Pilões, a Casa dos Cedros, o antigo portal da Academia de Belas Artes e o Solar da Imperatriz,que abriga a Escola Nacional de Botânica Tropical, a primeira no gênero na América Latina.

Endereço/Telefone: Rua Jardim Botânico, 1.008 - Jardim Botânico

Site: www.jbrj.gov.br

12_maracana.jpg12_maracana2.jpgMaracanã

O Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã, é um estádio de futebol localizado no Rio de Janeiro e inaugurado em 1950, tendo sido utilizado na Copa do Mundo de Futebol daquele ano. Desde então, o Maracanã foi palco de grandes momentos do futebol brasileiro e mundial, como o milésimo gol de Pelé, finais do Campeonato Brasileiro, Carioca de Futebol e Taça Libertadores da América, competições internacionais e partidas da Seleção Brasileira. Foi um dos locais de competição dos Jogos Pan-Americanos de 2007, recebendo o futebol, as cerimônias de abertura e de encerramento.Ao longo do tempo, no entanto, o estádio também passou a assumir caráter de espaço multiuso ao receber outros eventos como espetáculos e partidas de outros esportes, como o voleibol em uma oportunidade. Após diversas obras de modernização, a capacidade atual do estádio é de 92 mil espectadores, sendo o maior estádio do Brasil.

Endereço/Telefone: Rua Professor Eurico Rabelo, s/n.

Site: pt.wikipedia.org/wiki/Maracanã

13_paineiras01.jpg13_paineiras02.jpgPaineiras

Área de proteção ambiental, pois faz parte da Floresta da Tijuca. É considerado Parque Nacional da Floresta da Tijuca. O local tem uma vista linda e é perfeito para prática de esportes. O caminho feito até as Paineiras é um dos recantos mais magníficos do Rio, aonde estão as cachoeiras, que são uma parada obrigatória. Por este caminho, pode-se também ter acesso ao Cristo Redentor

Site: www.rio.rj.gov.br/riotur/pt/guia/?Canal=32

14_bondinho.jpg14_bondinho1.jpgPão de Açúcar

O Bondinho do Pão de Açúcar é um teleférico localizado na cidade do Rio de Janeiro, no Pão de Açúcar, sendo uma das atrações turísticas da capital fluminense, inaugurado em 27 de outubro de 1912. O bondinho funciona ao longo de duas rotas, uma ligando a base do morro da Babilônia ao morro da Urca e outra ligando o morro da Urca ao pico do Pão de Açúcar. Do alto de seu mirante o visitante tem uma paisagem ímpar da baía, do Rio, de Niterói, das praias, lagoas e de algumas edificações históricas importantes como o Forte de Santa Cruz e a Ilha Fiscal. Nas áreas de embarque e desembarque das estações Praia Vermelha e Pão de Açúcar, três plataformas foram implantadas para deficientes físicos e pessoas com dificuldades de locomoção.

Endereço/Telefone: Avenida Pasteur, 520 - Urca Tel.: (21) 2546-8400 Fax: (21) 2542-1641

Site: www.bondinho.com.br

15_praia.jpg15_praia2.jpgPraias

As praias do Rio de Janeiro são uma das maiores atrações da cidade, tanto para os turistas quanto para os próprios cariocas. As mais afastadas e tranqüilas, como Recreio, Grumari e Prainha, têm atraído muita gente por causa de sua beleza ainda conservada. Mesmo assim as praias mais conhecidas, como Copacabana, Ipanema e Leblon, continuam sendo muito freqüentadas. Urca: Pequena, com 100m de extensão. Fica no sopé do Morro da Urca. Vermelha: Tem 243m de areia amarelada e grossa, tendo como cenário principal os morros da Urca e do Pão de Açúcar. Copacabana: A praia mais famosa do Rio tem 4,15 km de extensão. Apesar de nem sempre sua água estar própria para banho, continua sempre cheia, principalmente de turistas. Arpoador: É a "ponta" da praia de Ipanema. Tem 500m de extensão entre o Forte de Copacabana e a esquina da Rua Francisco Otaviano com Av. Vieira Souto. Ipanema: Cantada em verso e prosa, é o point dos jovens da zona sul. Tem 2,2km de extensão. Leblon: A praia do Leblon está na mesma extensão de areia da praia de Ipanema, indo do Jardim de Alah até o Morro Dois Irmãos. São Conrado: Localiza-se ao pé da Pedra da Gávea e da Pedra Bonita, onde existe rampa para saltos de Asa Delta. Barra da Tijuca: Estende-se ao longo da Av. Sernambetiba. Recreio. É a maior praia da cidade, com 12 km de extensão. A partir da Avenida Ayrton Senna a praia não possui calçadão, por ser uma região de preservação ambiental. Prainha: Uma pequena faixa de areia com 150m de extensão, mar forte e localizada no fim da praia do Recreio. Preferida pelos surfistas. Grumari: Acesso pela estrada de Guaratiba. Areia avermelhada em meio a um cenário primitivo. Mar forte.

Site: http://www.rioguiaoficial.com.br/rio-de-janeiro/praias

16_at1.jpg16_at2.jpgAterro do Flamengo

Parque Brigadeiro Eduardo Gomes, conhecido como Aterro do Flamengo possui 1.200.000m² de área verde à beira-mar, e é o resultado de um dos mais belos e importantes projetos paisagísticos do artista Roberto Burle Max. Do Aeroporto Santos Dumont a Enseada de Botafogo, o parque oferece as mais diversas atrações. Um roteiro interessante, por exemplo, pode ser iniciado no Museu de Arte Moderna, passando-se para o Monumento aos Pracinhas, a Marina da Glória, o Museu Carmem Miranda, até o Monumento a Estácio de Sá - fundador da cidade. Um espetáculo imperdível é a troca da guarda promovida pelas três Forças Armadas, sempre no primeiro domingo de cada mês, no Monumento dos Pracinhas. Também aos domingos e feriados o Aterro e suas pistas de rolamento ficam inteiramente liberados ao público, que aproveita para se dedicar às mais variadas formas de lazer.

Site: pt.wikipedia.org/wiki/Aterro_do_flamengo

17_ilhafiscal1.jpg17_ilhafiscal.jpgIlha Fiscal

História e lazer em meio à Baía de Guanabara Impossível não esticar o pescoço em direção à janela do avião quando a aeronave se prepara para aterrissar no Aeroporto Santos Dumont. Mais do que ver a pista de pouso, turistas e cariocas querem apreciar de perto os belos detalhes de um castelinho verde, salpicado de coqueiros e palmeiras, construído numa pequena ilha na Baía de Guanabara. Cenário do último grande baile do Império, realizado em 09 de novembro de 1889, a Ilha Fiscal chama a atenção na paisagem e, o que é melhor, está aberta para visitação pública. Para entrar no circuito dos pontos turísticos, o que aconteceu em 2001, o espaço passou por intensos trabalhos de restauração, coordenados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A partir das obras, foi recuperado o esplendor das pinturas decorativas do teto, das paredes e do piso de parquê do torreão. Também a parte externa do edifício voltou a exibir sua cor original. De quinta à domingo, tours guiados permitem explorar cada canto da construção, uma das preferidas de D. Pedro II. Entre os atrativos, os salões que abrigam exposições temporárias e permanentes que revelam a história da Ilha e da Marinha, a coleção de vitrais e os trabalhos em cantaria - colunas, arcos, florões e símbolos imperiais. O passeio tem início em grande estilo: partindo do cais do Espaço Cultural da Marinha, a pequena travessia é feita a bordo da escuna Nogueira da Gama. Visitação: Visitas guiadas de quinta a domingo, às 13h, 14h30 e 16h.

Endereço/Telefone: Av. Alfredo Agache, no final da Praça XV- Centro Tel: (21) 2233-9165.

Site: pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_fiscal

18_miranteleblon.jpg18_miranteleblon2.jpgMirante Dois Irmãos

Ainda desconhecido, é perfeito para apreciar o pôr-do-sol Um dos mais bonitos cartões-postais do Rio de Janeiro, os morros dos Dois Irmãos, na Zona Sul, não devem ser admirados apenas de longe. Em seus arredores, onde já existe um mirante - o Sétimo Céu, que descortina uma bela panorâmica das praias de Ipanema, Leblon e São Conrado e também do Arpoador e do Cristo Redentor - foi inaugurado um parque. Ainda pouco explorado por cariocas e visitantes, o Parque do Penhasco Dois Irmãos, no Alto Leblon, é perfeito para curtir o pôr-do-sol. Ocupando uma área de 140 metros quadrados, oferece ainda trilhas de terra, um pequeno teatro de arena, quadra de futebol e playground. Até pouco tempo atrás, apenas casais de namorados se dispunham a enfrentar trilhas íngremes para obter uma vista romântica da cidade ao anoitecer. Hoje, com a abertura do parque, os visitantes contam com conforto e segurança, como acesso para carros, policiamento e iluminação. Para os aventureiros, há uma maneira radical para se chegar ao parque, que é através do mirante. A dica é seguir até o fim da Rua Aperana, no Alto Leblon. Lá, uma subida leva ao Sétimo Céu. Mais adiante, uma estrada de terra, que deve ser seguida mantendo-se sempre a direita, termina em uma trilha na borda do morro. Aí, é só descer e curtir. Durante a semana, o parque é freqüentado por esotéricos, que meditam ao som das ondas. Já aos sábados e domingos, o local é a grande pedida para apreciar um dos mais belos espetáculos da natureza.

Endereço/Telefone: Parque do Penhasco Dois Irmãos

Site: www0.rio.rj.gov.br/riotur/pt/atracao/?CodAtr=1431

19_Arcos_da_Lapa.jpg19_arcos1.jpgArcos da Lapa

Berço da famosa boemia carioca, bairro revela também um dos mais ricos conjuntos arquitetônicos da cidade Apenas um bairro no Rio de Janeiro pode agregar variadas manifestações musicais sem ofuscar gêneros e artistas.O local é a Lapa, no centro da cidade, onde fica a emblemática obra dos Arcos da Lapa. A Prefeitura do Rio já restaurou boa parte do bairro, que manteve quase intacta a arquitetura original dos prédios do início do século, a principal característica do lugar. Visualmente, o local é um banho de história, abrigando os centenários Arcos da Lapa, o Passeio Público, a Escola Nacional de Música e a Igreja de N. Sra. da Lapa são verdadeiros ícones do Rio Antigo. Mas é quando a noite cai que a Lapa mostra porque já se firmou como atração cultural da cidade. A Sala Cecília Meirelles, considerada a melhor casa de concertos de música de câmera do Rio, divide a rua com o bar Asa Branca, onde o malandro vai procurar música popular e forró. Bares como o Semente e do Ernesto têm a manifestação mais carioca do samba, o chorinho. Para os fãs de rodas de samba, as dicas são o Emporium 100 e o Rio Scenarium, que durante o dia funcionam como antiquários. Os mesmos estilos musicais invadem também o Carioca da Gema, a Casa da Mãe Joana e o Dama da Noite. As batidas do house, techno e outras nuances modernas, além de shows de grandes artistas da MPB, encontram espaço na Fundição Progresso, e não raro, em eventos promovidos ao ar livre, usando sempre um dos arcos como teto e cenário para as performances. Ainda na mesma Lapa, restaurantes como Nova Capela, Manoel e Joaquim e Bar Brasil garantem a noite oferecendo boa gastronomia. De fato, é nesse espaço multicultural que o carioca reencontra suas origens e o turista faz um passeio pela história num dos mais preciosos conjuntos arquitetônicos do Rio de Janeiro.

Endereço/Telefone: Bairro da Lapa

Site: www0.rio.rj.gov.br/riotur/pt/atracao/?CodAtr=1406

20_museuhist.jpg20_museuhistorico.jpgMuseu Histórico Nacional

O Museu Histórico Nacional localiza-se na Praça Marechal Âncora, no centro histórico da cidade do Rio de Janeiro (RJ), no Brasil.Possui um vasto acervo constituído por mais de 287 mil peças sob a guarda do Ministério da Cultura, tais como documentos, imagens, moedas, selos, móveis, armas, esculturas, pratarias etc., utilizados no estudo, preservação e divulgação da História do Brasil.Atualmente o Museu ocupa todo o conjunto arquitetônico da antiga ponta do Calabouço, constituindo-se no mais importante museu histórico do país e em expressivo centro gerador de conhecimento. Abrigou o primeiro curso de Museologia do país, mantendo-se até aos nossos dias como referência para a constituição de importantes museus brasileiros.

Site: www.museuhistoriconacional.com.br/

21_confcolombo.jpg21_colombo7.jpgConfeitaria Colombo

Retrato vivo da Belle Époque carioca e marco da valorização da gastronomia na cidade, a Confeitaria Colombo guarda, ainda hoje, muito do seu estilo Art Nouveau do início do século. Seus famosos espelhos belgas, suas molduras e vitrines em jacarandá, as bancadas de mármore italiano, os lustres, o piso e o belo mobiliário permanecem intactos, do mesmo jeito como foram admirados por renomadas personalidades que ajudaram não só a escrever a história do nosso país, como a fazer da Colombo uma das grandes atrações do Rio de Janeiro. Visitação: 2ª a 6ª, das 8:30h às 19h.

Endereço/Telefone: Rua Gonçalves Dias, 32 - Centro Tel: (21) 2232-2300.

Site: www.confeitariacolombo.com.br/

22_reformatm21012010_(47)1.jpg22_Theatro_Municipal.jpgTheatro Municipal

Em plena Cinelândia , próximo à Biblioteca Nacional, ao Museu Nacional de Belas Artes e ao Palácio Pedro Ernesto, o Teatro Municipal chama atenção não só por sua concepção arquitetônica como também pela imponência de sua fachada e a beleza de seu interior. Os materiais nobres empregados em sua construção, como o mármore de Carrara, de veios coloridos, os bronzes e os ônix, os espelhos, o mobiliário, aliados a pinturas e esculturas, fazem deste teatro, cuja capacidade é de 2.200 pessoas, um verdadeiro templo da cultura. E um sucesso turístico tão grande quanto os espetáculos que nele são realizados.

Endereço/Telefone: Praça Marechal Floriano, s/nº -

Site: www.theatromunicipal.rj.gov.br/

23_ccbb.jpg23_ccbb2.jpgCentro Cultural Banco do Brasil

O Centro Cultural Banco do Brasil ocupa o histórico nº 66 da Rua Primeiro de Março, prédio de linhas neoclássicas que, no passado, esteve ligado às finanças e aos negócios. Sua pedra fundamental foi lançada em 1880, materializando projeto de Francisco Joaquim Bethencourt da Silva(1831-1912), arquiteto da Casa Imperial, fundador da Sociedade Propagadora das Belas-Artes e do Liceu de Artes e Ofícios. Inaugurado como sede da Associação Comercial, em 1906, sua rotunda abrigava o pregão da Bolsa de Fundos Públicos. Na década de 20, passou a pertencer ao Banco do Brasil, que o reformou para abertura de sua Sede. Esta função tornou o edifício emblemático do mundo financeiro nacional e duraria até 1960, quando cedeu lugar à Agência Centro do Rio de Janeiro e depois à Agência Primeiro de Março , ainda em atividade. No final da década de 80 , resgatando o valor simbólico e arquitetônico do prédio, o Banco do Brasil decidiu pela preservação do prédio ao transformá-lo em um centro cultural. O projeto de adaptação preservou o requinte das colunas, dos ornamentos, do mármore que sobe do foyer pelas escadarias e retrabalhou a cúpula sobre a rotunda. Inaugurado em 12 de outubro de 1989, transformou-se em pólo multimídia e fórum de debates. Com 17.000 metros quadrados, o CCBB integra muitos espaços num só, onde a arte está permanentemente em cartaz.

Endereço/Telefone: Rua Primeiro de Março, 66 - Centro Funcionamento: De terça-feira a domingo das 10h às 21h. Telefone (21) 3808-2020

Site: http://www.bb.com.br/portalbb/home22,128,10151,0,0,1,1.bb?codigoMenu=9887

24_catete.jpg24_museu-da-republica-rj.jpgPalácio do Catete

O Palácio do Catete que foi sede do Governo Federal do Brasil, de 1897 até a mudança da Capital para Brasília, em 1960, foi construído pelo Barão de Nova Friburgo, que possuía 17 fazendas de café e 2.500 escravos, tendo sido o Palácio mais suntuoso do Rio de Janeiro.A fachada do primeiro andar do Palácio é de cantaria e as do segundo e terceiro são cobertas de mármore. O Palácio foi projetado, em 1862, pelo arquiteto Gustavo Waeneldet que era prussiano e que trabalhou também na Igreja da Candelária, utilizou em sua construção pedras importadas de Portugal e ferros da França. Com a decadência da cafeicultura o Palácio passou por vários donos e terminou por ser Sede do Governo, no tempo do Presidente Prudente de Morais. No terceiro andar do edifício, ficava a residência do Presidente e foi nele que em 25 de agosto de 1954, Getúlio Vargas se suicidou com um tiro no coração. Em 1960 o prédio passou a abrigar o Museu da República, com o objetivo de conservar a memória republicana, hoje é um complexo cultural bastante ativo onde se realizam exposições e concertos, além de oferecer cursos e oficinas variadas. Possui livraria, teatro e cinema, restaurante e lanchonete. Seus jardins são abertos ao público para lazer onde as pessoas de todas as idades podem se divertir tranqüilamente e possui até uma escola para crianças.

Endereço/Telefone: Rua do Catete, 153 - Catete Tel: (21) 2558-6350

Site: http://www.museudarepublica.org.br/visita2.html